Pari mais um filho!! Ops, na verdade quem pariu foi o Arthur (pobrezinho). Vamos falar hoje, sobre o nascimento dos dentes! Finalmente, nasceu o primeiro dentinho do meu filhote. Que fase!

Coisas horríveis do tipo: bebês ficam chatos, irritados, intratáveis, não dormem direito, não deixam a gente dormir, não querem comer, só querem colo, não querem colo, não querem nada… enfim, até a mais santa das criaturas dá uma passadinha para a turma do capeta nesse período.

Tudo isso é verdade, pelo menos por aqui foi. Agora está lá, uma mini serrinha dentro da boca ex-banguela do Arthur. Muito fofo! (tentei tirar foto, mas a criatura não abre a boca de jeito nenhum!! Só descobri porque passei o dedo).

Coisas horríveis do tipo: bebês ficam chatos, irritados, intratáveis, não dormem direito, não deixam a gente dormir, não querem comer, só querem colo, não querem colo, não querem nada… enfim, até a mais santa das criaturas dá uma passadinha para a turma do capeta nesse período.

Queria começar dizendo, que a chegada de um simples dentinho, pode causar muitossss transtornos em casa. Por isso, vou passar para vocês algumas dicas para amenizar o desconforto causado por eles. Mas antes de entrarmos nesses detalhes, vou só dar um panorama sobre como funciona o negócio da dentição nos nossos pequenos.

A grande maioria das crianças tem o primeiro dentinho aos 6 ou 7 meses de idade. Os mais precoces podem romper o primeiro dente (normalmente o incisivo central inferior) já com três meses, enquanto outros podem ter de esperar até quase 1 ano.

Os últimos dentes (os segundos molares, no fundo da boca) costumam já ter nascido no segundo ano de vida. Com 3 anos, seu filho deve ter o conjunto completo: 20 dentes-de-leite

⦁ Que reações a chegada dos dentes pode causar?

⦁ Maior produção de saliva

⦁ Gengiva inchada

⦁ Perda de apetite ou preferência por comer alimentos mais líquidos

⦁ Irritação, causada pela dor e pelo incomodo dos dentes começando a romper a gengiva

⦁ Sono prejudicado

⦁ Febre (os especialistas dizem que isso não ocorre, mas alguns pais notam esse sintoma.

Segundo a literatura médica, o que pode acontecer é que o nascimento dos dentes debilita um pouco o sistema imunológico, aí o bebê pega uma virose e essa virose causa febre. Mas não que a febre venha diretamente dos dentes)

Diarreia (os especialistas dizem que isso não ocorre, mas alguns pais notam esse sintoma)

⦁ Hábito de puxar a orelha ou colocar o dedinho dentro da orelha (a dor na gengiva costuma irradiar para essa área e o bebê coloca o dedinho ali porque algo o está incomodando)
Obs: alguns bebês não têm reação alguma. Nadica de nada. Pais abençoados!

O que fazer para amenizar o desconforto? Dar mordedores para o pequeno morder. Se forem gelados, melhor ainda. Particularmente, aqui em casa Arthur não pegou nenhum!!! Afff …  Alimentos frios também ajudam. Amenizam a dor. Massagem feita com o dedo bem limpo ou com uma dedeira de silicone.

Medicação: em alguns casos, se o desconforto estiver muito grande, o pediatra poderá indicar algum analgésico. Mas isso somente o pediatra poderá indicar. E, por fim, procurar um odontopediatra, que poderá orientá-la melhor nos cuidados para evitar o desconforto e na higiene dos dentes que estão chegando.

Veja também o texto sobre o colar de âmbar: https://www.facebook.com/mamaedescomplica/posts/649684742032721
🏁 Sigam Mamãe Descomplicada
🔥 Parcerias através de Msgs na Página
🔥 📧 E-Mail: mamaedescom@gmail.com
📧 📢 Mandem Sugestões