Frequentemente sou abordada a respeito do meu trabalho com retratos femininos. Eu sempre tive paixão por este universo . Juntamente com a busca pela minha identidade na fotografia, entendi que mais do que uma composição, mais do que um cenário incrível, eu deveria alcançar o interior de cada mulher. O contato próximo com a cliente, conhecer suas inseguranças, suas expectativas a respeito de meu trabalho, ouvir, observar. Esta relação de entrega e confiança entre ambas as partes são essenciais para que eu alcance êxito ao final de um  ensaio.

No começo de minha caminhada, eu me apaixonei pela fotografia de estúdio e comecei a fazer uma pesquisa de profissionais que eram referências na área. Foi quando conheci um professor que tinha sido muitos anos fotógrafo na extinta revista Playboy. Ingressei por alguns dias em um curso de mentoria com ele. Ter como mestre um professor que migrou da fotografia analógica para digital foi muito importante para que eu tivesse percepção da técnica, pois na época da fotografia analógica não existiam os recursos que temos hoje para se tratar uma imagem, como o photoshop. A partir daí fui em busca de me aprimorar com outros profissionais que possuíam diferentes estilos e formas de trabalhar. Estar em contato com estes professores e tirar minhas dúvidas na prática fizeram toda diferença em minha busca por uma identidade.

A fotografia como agente transformador

A fotografia pode ser um  agente transformador em nossas vidas. Passamos a olhar para nós mesmas com mais atenção e resgatar coisas que deixamos para trás na correria do dia a dia. Colocar-se no lugar do outro, ter um olhar sensível sobre cada detalhe, se entregar por inteiro para cada trabalho. A câmera passou a ser para mim um instrumento para resgatar sentimentos, emoções, beleza.  A fotografia permite um diálogo entre o expectador e a pessoa retratada, por isso entendo que a habilidade do fotógrafo tem que ir além de sua capacitação técnica.

Fabíola Ito é fotógrafa profissional especialista em fotografia feminina e retratos de família. É autora do Projeto Mulheres Incríveis, uma coletânea de fotografias femininas expostas em vários centros culturais e galerias da região Sul- Fluminense.

Para sugestões e dúvidas, envie um e-mail para fabiolaitofotografa@gmail.com