Cílios do Paraíba: projeto vai reflorestar 5 mil metros quadrados em Porto Real

Representantes do CEIVAP e da AGEVAP receberam licença ambiental da Prefeitura

O Polo Urbo Agro Industrial de Porto Real, que margeia o Rio Paraíba do Sul, vai receber reflorestamento em uma área equivalente a cinco mil m2 e na região da Mina Dom Pedro II, será criada uma área verde de lazer com mais 650m2. Trata-se do projeto Cílios do Paraíba, uma iniciativa idealizada e financiada pelo Comitê Médio Paraíba do Sul (CEIVAP), que conta com o apoio da Prefeitura de Porto Real, através da cessão do terreno, movimentação de terra, licenciamento, fornecimento de energia e manutenção do espaço.

O projeto será dividido em três etapas: reflorestamento de Área de Proteção Ambiental; criação do Espaço Cílios do Paraíba e a implantação de um programa de educação ambiental. Além de recuperar o meio ambiente, o objetivo é criar um espaço com uso de materiais sustentáveis, que visa boas práticas ambientais e assim promover melhoria da qualidade de vida dos frequentadores.

O especialista em recursos hídricos da Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul – AGEVAP, Leonardo Guedes, explicou como se deu a contemplação de Porto Real com o projeto. “Porto Real e Pinheiral foram contemplados por atenderem os requisitos mencionados no Edital de Manifestação de Interesse realizado no ano de 2016, entre eles: área pública disponível para a construção do espaço verde e de relevo favorável para execução do projeto. Os prefeitos assinaram um Termo de Compromisso, onde constam as atribuições dos municípios, do Comitê Médio Paraíba do Sul e da AGEVAP. Ao Comitê cabe a deliberação sobre a destinação dos recursos; à AGEVAP cabe a contratação da empresa para a produção do projeto arquitetônico e de sua implantação e à Prefeitura cabem a movimentação de terra, disponibilização de água e energia e o zelo pela integridade e manutenção do espaço e do reflorestamento após a finalização das atividades da empresa”.

O secretário de Meio Ambiente, Reinaldo José Raimundo relatou que  esse ano se dará a construção do Espaço Cílios do Paraíba. “O contrato com a empresa responsável pela execução do projeto é de 18 meses. A previsão de término da construção da área verde é de 6 meses, a partir do início das obras, que acontecem ainda neste semestre. A Licença Ambiental de Instalação já foi liberada e o Alvará da área será expedido dentro de alguns dias. Após isso, o projeto dará o devido seguimento”, esclareceu o secretário de Meio Ambiente, Reinaldo José Raimundo.

Os representantes do Comitê Médio Paraíba do Sul e da AGEVAP estiveram reunidos no Palácio Municipal 5 de novembro, com o prefeito Ailton Marques e com o secretário de Meio Ambiente, Reinaldo José Raimundo na quinta, 3, onde receberam das mãos dos gestores a Licença Ambiental de Instalação da área contemplada. “É uma grande honra para o município poder contribuir para a preservação do meio ambiente, trazendo mais qualidade de vida à população. Agradecemos a todos que contribuíram para que nossa cidade pudesse ser uma das escolhidas para receber esse projeto de tão grande valia”, destacou o prefeito.

Marcaram também presença na reunião: Marcus Sant’ana (representante da construtora contratada); Paulo Eugênio Barros (Coordenador Interino da Unidade Descentralizada 01 – AGEVAP); Waldo Assis (diretor de Meio Ambiente) e Geovane Andrade (fiscal ambiental).

 

Espaço Cílios do Paraíba

 

O Espaço Cílios do Paraíba será uma praça em formato lúdico (jogos educativos) que vai ser composta pelos seguintes elementos: estrutura que contém um dado fixo que visa auxiliar nas atividades a serem desenvolvidas no espaço; painel eletrônico da situação da bacia em LED, onde serão exibidos os dados referentes à situação da bacia do Paraíba do Sul, fornecidos pelo SIGA-CEIVAP, além de exibir a temperatura e hora local e ainda o Mini Jardim dos Sentidos que têm o intuito de promover acessibilidade aos deficientes visuais e a experiência sensorial dos usuários através do tato e olfato. No canteiro do jardim serão plantadas espécies de arbustos e ervas.

“Decidimos realizar o Projeto Cílios do Paraíba visando principalmente educar a população sobre a importância da mata ciliar, ou seja, aquela que fica em torno do rio. Cílios é uma palavra que dá a ideia de proteção e para isso elaboramos um projeto que reúne informação e entretenimento, educando a criança sobre o papel da mata ciliar. Na fase de educação ambiental vamos promover a ideia através de jogos educativos e, desse modo, buscar desenvolver técnicas e métodos que facilitem o processo de tomada de consciência sobre a gravidade dos problemas ambientais”, enfatizou a secretária executiva do Comitê Médio Paraíba do Sul, Vera Lúcia Teixeira.